Adidas


23 fevereiro, 2007

Paulo Baier

Chegou ao Palmeiras em dezembro de 2005. Já estava acertado com o clube desde o meio do ano, mas tinha contrato em vigor com o Goiás. Assinou o pré-contrato, e esperou o vínculo se encerrar para vir de graça. Salvador Hugo Palaia fez um grande alarde no segundo semestre daquele ano, prometendo um grande presente de Natal para a torcida, sem revelar o nome do reforço, alimentando esperanças de craques consagrados. Até acho que ele estava tentando outros nomes realmente de mais envergadura, e como não conseguiu, usou Baier como estepe.

Paulo César Baier, gaúcho de Ijuí, 32 anos, teve passagens pelo Botafogo e Vasco entre 97 e 99, sem sucesso. Era chamado apenas de Paulo César. Voltou ao futebol do sul, onde se destacou no Criciúma, em 2002, marcando muitos gols. O Goiás apostou em seu futebol, e o sucesso se repetiu, o que chamou a atenção do Palaia, que o trouxe para o Verdão.

O início por aqui foi péssimo. Considerado um dos piores do time no primeiro semestre, caiu em desgraça com a torcida, que via o time seriamente ameaçado pelo rebaixamento já na décima rodada do Brasileirão. Veio a pausa para a Copa do Mundo e Baier voltou outro. Com um preparo físico muito mais adequado, mostrou o mesmo futebol dos tempos de Criciúma e Goiás, acabando o campeonato como artilheiro do time ao lado de Edmundo, com 10 gols, e liderando o time numa reação que, se não levou o Palmeiras a lugar algum, foi o suficiente para nos livrar de um bi-vexame.

Com a chegada de Caio Junior, foi considerado peça fundamental pelo novo técnico em suas primeiras declarações. O esquema de jogo foi totalmente baseado em suas características, de aparecer no ataque pela direita ou em diagonal, o que exigia uma cobertura toda especial. Pode-se dizer que o time jogava em função dele.

Tecnicamente, é um jogador muito bom. Bate muito bem na bola. Fez um golaço na partida de estréia de 2007, contra o Paulista. Mas taticamente, acabou não rendendo nas mãos de Caio Junior, que agora se vê livre para usar o 4-4-2, se quiser, já que com Baier no time isso seria absolutamente improdutivo.

Se para o time a saída de Paulo Baier pode ser considerada boa, financeiramente, foi ótima. O que deveria ser pago a ele, um dos maiores salários do time, entre o que já estava atrasado e o que estava por vir, não justificava o benefício em campo que ele proporcionava. O alívio no passivo do clube é sensível. E o time se vê livre de um dos jogadores mais problemáticos em termos físicos. Vaza, Baier! O jogador deve ser anunciado pelo Grêmio a qualquer momento.

Como foi dito no post anterior, apesar de todas as vantagens, o clima em cima do qual esse episódio se desenrolou foi péssimo para o Palmeiras, que saiu com a imagem bastante arranhada, sendo-lhe imputada uma fama de mau pagador exagerada. A situação atual já foi vivida por todos os grandes clubes, inclusive nossos maiores rivais (clique aqui e aqui, para conferir apenas dois exemplos). O atraso de dois meses nos direitos de imagem - e nao seis, conforme noticiaram os veículos de comunicação mais mal-intencionados - são situações corriqueiras no futebol brasileiro, mas quando acontece com o Palmeiras, uma vez na vida, é o final dos tempos. E ainda há quem diga que a imprensa não tem má vontade com o Palmeiras, que é tudo invenção, que fechamos os olhos para nossos erros e culpamos os meios de comunicação por tudo.

Livres desse problema, vamos em frente. Caio Junior tem como primeira opção para a lateral direita o jovem Amaral, mas parece ter mais simpatia em usar Wendel, que constantemente fazia revezamentos com Baier por aquele setor para confundir a marcação adversária. Particulamente eu estou gostando demais do Wendel como volante, mas num 4-4-2, é importante a presença de um pegador como Pierre, e um volante mais técnico como Martinez. Assim, Wendel não sai do time. A saída do Baier caiu do céu para Caio Junior.

20 Comentárioss:

At 23/2/07 19:27, Blogger Paulo disse...

É apesar de ser um grande perde Conrado temos um time ainda sim rasoavel, mais o que mais me deixa furioso com essa "DIRETORIA" é como deixaram ele sair assim por atraso de salários daqui a pouco é o Valdivia, Edmundo, Diego Cavaliere... entre outros

 
At 23/2/07 19:46, Blogger Rodrigo disse...

grande conrado,


será que os gremistas nao podem ter forçado a saída dele? Foi meio estranho esse episodio do Paulo Baier.

me parece que atualmente os clubes brasileiros estão mais interessados em foder com os outros clubes fora de campo tb.

abraços

 
At 23/2/07 19:54, Blogger Ricardo disse...

Conrado,

Muitas vezes desejei a saída do PB. Prefiro o time jogando no 4-4-2 e com ele não dá.

O que me preocupa mesmo é a crise. São 6 meses ou dois meses de atraso? Vamos "sair do buraco" até junho?

O BR07 já está chegando e me dá um baita frio na espinha...quantos cairão? 4? Socorro!!!!

Ricardo Palmeirense de BH

 
At 23/2/07 19:59, Blogger gioia disse...

A saída de Baier é muito ruim para a imagem do clube e para o moral do elenco também.
Não era o momento. Imagina os jogadores novos, Wendel, Amaral, vendo um figurão saindo do clube por falta de pagamento !!
Respeito, porém discordo frontalmente do argumento de que outros clubes também atrasam pagamentos. Lembra o argumento do PT que "os outros também fazem isso" quando do episódio da compra de votos de deputados. O fato é que o Palmeiras era uma exceção. Um exemplo a ser seguido em termos de boas práticas trabalhistas. Agora, não é mais. Ficou igual aos outros. Sorte nossa que, com sangue novo na diretoria, a situação reverterá dentro em breve, com certeza. Mas o dano à imagem já foi feito.
Mais uma coisa: se o Paulo Baier já não servia ao time, a maneira ética de encaminhar o caso seria afastá-lo do elenco e negociá-lo, sem nenhum prejuízo para ambas as partes.

 
At 23/2/07 20:17, Blogger Heitor Bastos disse...

Conrado

É a primeira vez que faço um post em seu blog mas sou frequentador assíduo.
Concordo com você em relação ao Baier. Bom jogador, sem dúvida, mas não se pode ter um time todo jogando por ele. Ele poderia jogar na reserva e as vezes entrar como surpresa, com o time precisando segurar resultado e jogar nos contra-ataques. Mas o futebol não pode se prender ao 3-5-2 de forma maneira. Ainda mais o futebol brasileiro. Paulo Baier impedia o 4-4-2 e ja havia ameaçado ano passado uma saída do Palmeiras até tendo se despedido. Concordo que todo trabalhador deve receber seu salario, e o Palmeiras está fazendo de tudo para honrar isso, agora, não deve ficar fazendo do nosso Verdão piada ameaçando sair... Sai logo.
Como você disse, caiu dos céus essa saída.

 
At 23/2/07 20:22, Blogger Conrado disse...

gioia, nao estou justificando o atraso do palmeiras, que obviamente reprovo, nao sou doido, me apoiando nos atrasos dos outros. estou comparando o tratamento da imprensa dado a nós com o tratamento dado aos rivais quando na mesma situação.

capisci?

 
At 23/2/07 20:29, Blogger Ronnie disse...

Valeu paulobaier pelo q vc fez pelo palmeiras, q num foi mta coisa né, + valeu... agora vaaaaaaazaa!!!!!!

 
At 23/2/07 20:29, Blogger Paulo Cesar disse...

O Paulo Baier fará muita falta, assim como Marcinho e Juninho estão fazendo. A escassez de gols já era braba, imagine agora.
Mas não resta dúvida que foi bom financeiramente e não acho que a imagem do Palmeiras tenha saído tão arranhada, afinal houve um acordo de cavalheiros e nenhuma parte achincalhou a outra.

P.C.

 
At 23/2/07 20:36, Blogger mcuzziol disse...

Este desfecho rápido do caso Paulo Baier esta cheirando que a diretoria do Palmeiras deu graças a Deus, sr. Cipullo não fez nenhuma força para segurar o atleta ou melhor fez questão de sua saída, provavelmente por causa do salário alto e por sua idade, é típico jogador que não dará retorno financeiro para o clube, e pelo que estamos observando, este tipo de jogador não faz mais parte dos planos ou do planejamento.

Conclusão, Edmundo e talvez Marcos devem ter suas vidas curta neste novo Palmeiras.

Saudações

 
At 23/2/07 20:39, Blogger Conrado disse...

mcuzziol, voce está certissimo. eu ja havia ouvido rumores no clube de que o cipullo e toda a equipe do futebol estava querendo se livrar do edmundo e do baier (marcão não).

na primeira chance, não puseram nenhum obstaculo.

abs

 
At 23/2/07 20:46, Blogger mcuzziol disse...

O Marcão é diferente por ser patrimonio do clube, e ele merece este tratamento.

Saudações
Maurício Cuzziol

 
At 23/2/07 21:03, Blogger felipe_hdm disse...

PERFEITA análise Conrado!

 
At 23/2/07 21:07, Blogger felipe_hdm disse...

P.C.

O Juninho tanto não faz falta que nem no Flamengo ele é titular, sendo que tem um salário gigantesco! Foi muito boa a saída dele. Já o Marcinho é outro que não tá fazendo nada, jogador de time pequeno. Ele no Cruzeiro tá maaal, sem contar que ele não é finalizador.

Abraços

 
At 23/2/07 23:06, Blogger Jota disse...

vaya con Dios e não volte.
Nós já te esquecemos

 
At 23/2/07 23:35, Blogger Dudek disse...

Não vejo absolutamente nada de bom na saída dele.

 
At 24/2/07 00:13, Blogger abaros disse...

Vamo q vamo, a males que vem pra bem "POLIANA".

 
At 24/2/07 09:58, Blogger Cássio disse...

Vaza Baier!

Defendia a permanência dele no clube, mas sua saída trará muitas vantagens ao clube e à equipe:

- Salário alto, para baixa produtividade.

- Fim do esquema para 1 jogador.

- Finalmente, um 4-4-2 desejado.

Apesar de ser um jogador muito bom, não dá pra contar com ele em momentos decisivos, não é um jogador de confiança. Acho que foi muito bom para o Palmeiras!

E dá-lhe Amaral!

 
At 24/2/07 10:11, Blogger Sergio disse...

Nada a acrescentar, CONRADO. Apenas a falta de compostura do tal representante do jogador, o que não chega a surpreender, se formos olhar o "nível" das pessoas que exercem esta atividade no futebol brasileiro.

SERGIO VERGANI

 
At 24/2/07 11:15, Blogger Thiago disse...

Tchau Paulo Baier

 
At 24/2/07 19:28, Blogger gioia disse...


Ok, Conrado... mas o texto longo torna o foco do argumento - o tratamento a pão e água que a imprensa dá ao Palmeiras - pouco visível aos leitores mais atentos.
Tanto que aqui a maioria dos comentários fica no "Vaza Baier".
Continuo dizendo que falta uma assessoria de imprensa e relações públicas mais forte no clube.

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home